Ministro Manuel Homem reitera modernização

Ministro Manuel Homem reitera modernização
Angola Press


A modernização dos órgãos das empresas das telecomunicações e comunicação social e a formação de quadros constituem as prioridades do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, apesar da situação financeira do país, segundo o ministro Manuel Homem.

O governante falava à imprensa no final do empossamento dos novos conselhos de administração de quatro empresas do seu pelouro nomeados na última segunda-feira.

Conforme o ministro, os esforços têm sido feitos no sentido de manter o serviço funcional com os quadros existentes e a sua modernização deve ser de imediato, em prol da dinâmica pretendida.

"A responsabilidade que o sector desempenha é transversal as necessidades  do país. A responsabilidade dos órgãos  de comunicação social é assegurar que  as populações continuem a receber a informação  com a pluralidade que se impõe e a qualidade que se pretende”, argumentou

Manuel Homem disse que à RNA foi confiada a missão de assegurar a modernização que muito se precisa, mesmo diante das dificuldades financeiras que o país atravessa.

" Deixamos a nossa recomendação aos membros deste conselho para que priorizem os recursos humanos, trabalhem com todos, porque só juntos conseguiremos materializar os objectivos que pretendemos”, disse.
Para os novos administradores da Televisão Pública de Angola (TPA), o governante frisou que a modernização do órgão é quase obrigatório, atendendo a dinâmica que o sector  vive a nível mundial.

" Temos as pessoas certas para materializar este objectivo e o ministério tem a missão de apoiar financeira ou tecnicamente qualquer um dos projectos”, referiu.

Em relação ao Conselho de Administração da Angola Telecom, o ministro frisou que serviu para se criar um maior dinamismo e diversidade nos serviços.

 "Precisamos resgatar a mística da empresa de telecomunicações. Os desafios são enormes,  mas a confiança faz-nos ter a certeza  que teremos resultados positivos”, reforçou.

Para novo Conselho de Administração da RNA foram empossados Pedro Afonso Cabral (presidente), Estanislau Baptista Garcia (administrador Executivo para a Área de Conteúdos) e Cristina da Costa Nobre (administradora Executiva para Administração e Finanças). Foram ainda empossados Hamilton Fernandes Domingos (administrador Executivo para Área Técnica), António Sebastião Lino (administrador Executivo para a Área de Marketing e Intercâmbio), Alexandre da Silva Africano Neto (administrador Não Executivo) e Paulo Julião Muacavula (administrador Não Executivo).

Na TPA foram empossados Neto de Almeida Júnior Gaspar (administrador Executivo para a Área de Conteúdos), Carlos Alberto Tomé da Silva Guimarães (administrador Executivo para a Área Técnica), Ana Edite Pinto Ferreira Ribeiro (administradora Executiva para a Área de Marketing e Intercâmbio) e Ana Maria de Lemos Rodrigues de Gouveia (administradora Não Executiva).

Para o Conselho de Administração da Empresa Nacional dos Correios e Telégrafos de Angola tomaram posse Walter Alexandre Pereira Teixeira (presidente) e Denílson da Fonseca Costa (administrador Executivo para a Área das Tecnologias de Informação e Comunicação).

Foram igualmente empossados Manuel Pedro Quizembo (administrador Executivo para a Área de Marketing e Operações), Verónica Evelise de Carvalho Neto da Costa (administradora Executiva para a Área de Finanças) e Águeda Maria António Francisco Alexandre (administradora Executiva para a Área Administrativa e Serviços Gerais).

O novo   Conselho de Administração da Empresa Angola Telecom tomaram posse Yuri Venâncio Bernardo da Silva (administrador Executivo para a Área Comercial e Marketing) e António Rodrigues Barbosa de Mascarenhas (administrador Executivo para a Área de Logística e Gestão de Infra-estruturas).
 

Voltar