Anatel quer acompanhamento mensal de índices de incumprimento de pagamento

Anatel quer acompanhamento mensal de índices de incumprimento de pagamento
Teletime


A ANATEL notificou as empresas de telecomunicações, tanto as grandes operadoras (PMS) como as pequenas (PPPs), para que passem a reportar à agência, mensalmente, relatórios económicos que permitam ao regulador acompanhar mais de perto os índices de inadimplência, caixa e volume de recargas dos serviços pré-pagos, quando for o caso. Segundo a superintendente executiva da agência, Karla Crosara, este acompanhamento já era feito trimestralmente apenas para as operadoras com Poder de Mercado Significativo, mas foi ampliado. 

Conforme já havia sido antecipado, a ANATEL não detectou, até o momento, nenhum problema sistêmico nas redes de telecomunicações. 

Segundo a superintendente, "apesar do aumento relevante de tráfego, foram adoptadas acções de aumento de capacidade das redes, e então não foram percebidas degradações na qualidade dos serviços". 

Ainda segundo a superintendente, a ANATEL percebeu um leve aumento de latência das redes de banda larga, mas em patamares já observados em recente série histórica. "Esse movimento de curva ainda não é entendido como degradação, mas como reflexo da mudança no comportamento de consumo, vez que há grande acesso a conteúdos ao vivo, que não são disponibilizados em CDNs locais e precisam percorrer toda a rede até a origem de tal conteúdo, aumentando o caminho de percurso, e consequentemente a latência", explica.
 

Voltar