Centro Académico Digital disponibiliza plataforma de ensino para estudantes universitários

Centro Académico Digital disponibiliza plataforma de ensino para estudantes universitários
Platinaline


Com o fim de facilitar o processo e os meios de ensino e aprendizagem por intermédio de ferramentas e serviços de fácil aprendizado, a Facul "Centro Académico Digital”, especializado no ensino à distância, efectuou na manhã de 10 de Fevereiro, o lançamento da sua plataforma de ensino digital.
Durante o acto que decorreu numa das salas do Hotel Epic Sana, Venceslau Pascoal, mentor do projecto, referiu que a concepção do projecto consiste em dar soluções aos diversos problemas anteriormente existentes, bem como os problemas originados pela covid-19.
"Os estudos decorrem há cinco anos, fruto dos dilemas que os estudantes têm demonstrado nas salas de aula, e nós observamos de forma atenta. Fomos mapeando essas dificuldades dos estudantes e estamos agora a trazer as soluções dentro desta plataforma”, disse o mentor, salientando que, além dos conteúdos apresentados, a plataforma também vem auxiliar os estudantes com dificuldades no cumprimento das actividades académicas, por conta do financiamento das propinas.
"Dentre várias dificuldades, nos deparamos com estudantes aplicados, mas, no entanto, não tinham uma possibilidade de terminar a formação por conta de propinas, este foi um dos motivos que nos fez estudar e olhar para os critérios de como resolver essa situação, porque a plataforma é eminentemente para apoio social, portanto, vem sim no âmbito dos problemas que os estudantes vão apresentando”, advogou.
Por seu turno Jonas Callenge, co-mentor do projecto, sublinha que a plataforma apresentada é uma ferramenta de apoio aos estudantes universitárias das mais variadas vertentes, principalmente nesta fase em que o ano curricular está condicionado por conta da pandemia e associa a questão da necessidade da tecnologia dentro de todos os níveis do ensino.
"Nós entendemos ser urgente que se apresente um mecanismo alternativo para que o conhecimento não seja diminuído por conta do circunstancialismo, ou seja, se tem uma dificuldade, nós vamos encontrar a oportunidade para garantir que os estudantes consigam ter acesso ao conhecimento de qualidade numa plataforma tecnológica, porque todos estamos ligados à tecnologia. Nesta fase piloto, vamos começar apenas com o ensino universitário, temos as fases subsequentes que, em função da demanda e respostas que vamos tendo no âmbito da plataforma, iremos melhorando até podermos atingir outros segmentos de ensino.”


Voltar